Livro "Proibido Amor"



Proibido Amor não é fruto de negativismos, mas da esperança de que um dia poderemos viver em paz, não importando a cor da pele, a raça, o condição social ou orientação sexual. Que os leitores sejam agraciados pela mesma paixão pela vida que tenho em meu coração, e, parafraseando Jesus Cristo: "... que tenham vida em abundância..."


FILME: PROIBIDO AMOR

FILME: PROIBIDO AMOR
AJUDEM A TRANSFORMAR A OBRA "PROIBIDO AMOR" EM FILME. COMENTE SOBRE O LIVRO E INDIQUE O BLOG PARA ESTUDANTES DE CINEMA, ESCOLAS DE CINEMA, CINEASTAS, PRODUTORES ETC. ASSIM, JUNTOS VAMOS LEVAR A MENSAGEM DA INCLUSAO PARA TODO O BRASIL E DAR UM GRANDE PASSO NA FORMACAO DE UMA NOVA MENTALIDADE NO BRASIL.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Racismo e Homofobia: Uma triste correlação... um mesmo comportamento... estupidez!

Para refletir...

Durante a história da humanidade há milhares de situações conflitantes. Os seres humanos (como é próprio do indivíduo) sempre apresentaram resistência ao novo e diferente, mas sempre houve também os resilientes, ou seja, os que, em busca do conhecimento, acabam se adaptando ao Novo.

Racismo e Homofobia são casos tão correlatos que a única premissa que dá sustentabilidade a um comportamento assim só pode estar relacionada à ignorância completa e absoluta sobre o Ser, em seu mais profundo significado. Não conseguir ver além da vista... é isso! O primeiro olhar, baseado em uma origem muitas vezes desconhecida (ou existente apenas no subconsciente), talvez seja o ponto de partida para começarmos a compreender esses comportamentos, que às vezes assume nuances de terror e violência.


Negros, mulheres, homossexuais, Judeus, Nordestinos, obesos, anoréxicos, anões, enfim, essa pluralidade é absolutamente humana! Não compreender... talvez seja aceitável. Rejeitar, discriminar, repelir, descartar, afastar, excluir... antes de se permitir conhecer, é inadmissível!

Por um Brasil Inclusivo e uma sociedade mais justa,

Davy Rodrigues

video

domingo, 17 de outubro de 2010

IGREJA E ESTADO: UM DIVÓRCIO QUE DEVERIA TER ACONTECIDO HÁ MUITO TEMPO...




ESTADO: Conjunto de poderes políticos de uma Nação.
LAICO: Secular, por oposição a eclesiástico.
ECLESIÁSTICO: Relativo ou pertencente à Igreja ou ao Clero.


Na Constituição de 1824 só os Católicos eram elegíveis para o Congresso Nacional. Mas essa situação mudou legalmente (pelo menos deveria ter acontecido...) com a Constituição de 1988, onde o Estado Brasileiro passou a ser Laico, ou seja, desvinculado da Igreja. Em 1824 a Constituição determinava até o "Credo" nacional, dentre outras façanhas relativas à fusão entre Igreja e Estado.

No século XII, na Europa (especialmente numa guerra travada entre Henrique IV da Alemanha e a Condessa Matilda, da Toscana), em nome de Deus, a Igreja cometia atrocidades contra minorias. Um dos maiores absurdos foi o que ocorreu contra as mulheres de descendência ruiva. Isso mesmo! Mulheres de cabelos vermelhos eram consideradas bruxas e a Igreja afirmava que elas haviam sido tocadas por "Satanás", por isso arrancavam suas roupas para mostrar que até seus pelos pubianos eram vermelhos, e as arrastavam nuas até o local onde seriam queimadas vivas, em nome de Deus. A Igreja era dominante. A palavra do Papa era uma voz mais forte e determinante do que de qualquer Rei ou Rainha da época.

No Brasil Colônia e Império nossas "Ruivas" eram os Negros. Famílias inteiras oriundas das terras Africanas foram dizimadas, mutiladas, destruídas, tudo isso em nome de Deus. Mais uma vez, aqui a Igreja era absoluta e totalmente vinculada ao Estado. Sofrimentos, torturas, injustiças... quantas barbáries não foram cometidas contra pessoas (Seres Humanos) de pele negra nessas terras Brasileiras...?

Alguns processos de "Libertação", Reforma, mudanças grandes no meio Eclesiástico... mas algo sempre permaneceu imutável: A INCAPACIDADE DE GERIR UMA NAÇÃO! A Igreja tem perspectivas próprias. Seus anseios não são terrenos, dizem que são "Divinos". Então, que sejam! Que cuidem dos interesses dessa imagem distorcida de Deus e deixem que as pessoas comuns tenham a oportunidade de escolher seus próprios caminhos, conforme o próprio Deus Verdadeiro concedeu que escolhessem, pelo LIVRE ARBÍTRIO.

Nessas Eleições 2010 o que vemos é um verdadeiro retrocesso que nos remete ao quanto o Brasil NÃO É LAICO! Nas escolas os livros, cartilhas e todo o material didático sofre influência dessa "Herança" Eclesiástica, que nada contribui para a Inclusão, mas trabalha em prol da Exclusão das minorias (as mesmas que Jesus abraçava em sua época e foi injustiçado por isso). Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) já se perderam há muito nessas falsas coligações com denominações Católicas e Evangélicas. O pior é que o Brasil perde, se atrasa quanto ao desenvolvimento sustentável e tecnológico e chegam a ocorrer absurdos, como o caso das Pesquisas com Células Tronco - onde em nome de Deus e da Bíblia um número relevante de Senadores e Deputados trabalham contra. O Brasil não pode parar no tempo... nosso lema é ORDEM E PROGRESSO!

Pelas ruas do Rio de Janeiro podemos ver centenas de Outdoors (uma campanha caríssima, diga-se de passagem), com a Auto-Promoção da imagem de um "pastor" midiático (Silas Malafaia), onde lê-se: "EM FAVOR DA FAMÍLIA E PRESERVAÇÃO DA ESPÉCIE HUMANA. DEUS FEZ MACHO E FÊMEA". Ora, é óbvio que para a continuidade da espécie humana (e de qualquer outra espécie viva), faz-se necessário que haja união entre macho e fêmea (ou que se utilize dos meios de fertilização in vitro. Mas quando falamos de sexualidade humana, a regra não se aplica, pois sexualidade não está vinculada a reprodução das espécies, mas ao comportamento sexual (que pode ser hetero, homo ou bi, além de outras análises existentes). O referido pastor equivoca-se ao referir-se " a preservação da espécie humana...", pois sua mensagem parece querer dizer que os Homossexuais são contra si mesmos (ou Homossexuais não pertencem à Espécie Humana???). Não são poucas as vezes que o citado reverendo (que parece gostar muito de mídia e publicidade), se coloca numa defesa desesperada da "Família", afirmando que a Homossexualidade é uma "Ameaça" a essa tão importante instituição. Será que nossa sociedade é tão volátil que a presença de Homossexuais assumidos pode influenciar no comportamento sexual do todo? A pergunta que paira no ar é : Por que o inverso não é real? Ou seja, por que a sociedade constituida em sua maioria heterossexual não consegue influenciar os homossexuais a uma atitude heterossexual? A resposta é simples e direta: Porque não há influência alguma nesse processo, pois a quase totalidade dos homossexuais é oriunda de uma união heterossexual e tiveram como referência seus pais heteros, nem por isso deixaram de ser o que são e sentir como sentem a sua sexualidade, NORMAL por concepção.

Crianças dormindo ao relento sob viadutos, em beiras de valas de esgotos, ao lado de lixões... crianças e famílias contaminadas com HIV e outras doenças padecendo sob a falta de assistência do Governo... Idosos morrendo em filas de Hospitais e sem condições de comprar seus medicamentos... Há tantas questões sérias e importantes que gritam pela atenção dos Governantes e das Instituições Eclesiásticas, que deveriam promover a Beneficência... mas a História parece se repetir e assumir novos formatos, desta vez contra Lésbicas, Gays, Transsexuais, Travestis e quaisquer outras formas distintas nas quais a sexualidade humana possa se manifestar.

União Civil entre pessoas do mesmo Sexo (Casamento Gay) não é um pedido de "Bênção Eclesiástica", mas o direito civil de uma minoria não lembrada nos processos políticos inclusivos. Quando se fala de Criminalização da Homofobia (PL 122), não se trata de "Super-proteção" dos homossexuais em detrimento da sociedade civil, mas do estabelecimento e da garantia dos direitos constitucionais a TODOS os Seres Humanos. Políticas Inclusivas são políticas humanas, em seu mais profundo significado.


Por um Brasil Inclusivo e uma sociedade mais Justa,


Davy Rodrigues